Pontes para a ciência

Dança da manteiga

Ficámos muito entusiasmados com a visita da Sandra e da Mariana do Pavilhão do Conhecimento à nossa escola, pois prometeram ensinar-nos a “dança da manteiga”.

E foi fácil: enchemos um pequeno frasco com natas frescas, juntámos uma pedra, fechámos bem e agitámos muito, muito bem, o frasco como se estivéssemos a dançar, tocando maracas.

No início, ouvíamos muito a pedra a bater nas paredes do frasco, mas depois esse som parou… Abrimos o frasco, retirámos o soro da manteiga que se formou e levámos para casa a manteiga para partilhar com quem mais gostamos.

Sandra e Mariana falam com crianças e adultos

Mão a deitar natas num copo de plástico com uma pedra dentro

     Monitora a explicar como fazer a dança da manteiga    Copo com uma pedra e manteiga

Investigação forense

A investigação de um crime é algo que intriga e aguça a imaginação de todos nós. E foi este o desafio da Sandra e da Marisa do Pavilhão do Conhecimento.

Falámos dos tipos de pistas que os investigadores procuram na cena de um crime, desde as gotas de sangue, o DNA, os fios de cabelo e as impressões digitais…

Fizemos uma intensiva formação em identificação de impressões digitais (5 tipos diferentes) para obter o Certificado de Investigador e, em equipa, desvendámos um crime que ocorreu no museu: a partir das impressões digitais de 3 suspeitos recolhidas na cena do crime, conseguimos identificar quem roubou um dos valiosos módulos do Pavilhão.

Foi uma sessão inacreditável!

Criança com uma lupa e folhetos do Pavilhão do Conhecimento

Lupas e folhas com impressões digitais

Mão junto a folha com impressões digitais

Lupas e folhas com impressões digitais

Criança analisa impressões digitais com lupa azul

Folha com impressões digitais e ficha de investigador

Ornitólogos por um dia

Fizemos uma videoconferência com a Sandra e a ornitóloga Rita do Pavilhão do Conhecimento.

Estes cientistas estudam as aves e nós também o fizemos: enumerámos as suas características principais, descobrimos a diferença entre um pássaro e uma ave, observámos diferentes penas de uma ave e falámos das suas funções, constatámos que as penas são impermeáveis, descobrimos aves pelo seu canto e fizemos uma experiência onde concluímos que as aves têm bicos com características diferentes para se alimentarem e sobreviverem, adaptando-se à grande diversidade de alimentos da natureza.

Foi uma tarde surpreendente que passou a voar!

Professora junto a computador e alunos à volta de uma mesa redonda

Penas pretas de ave

Pena com gota de água

Foto com mãos em copos de plástico transparente

Criança com uma pega a pinçar uma rolha de plástico

Música, mar e amor

Iniciámos o ano com um concerto de Ano Novo, oferecido pelo Conservatório de Cascais, através do Museu da Música Portuguesa Verdades de Faria, que se realizou num dos auditórios do CMRA. Tratou-se de um recital intitulado Unidos pelo som que contou com a participação de cinco alunos sob orientação do Professor Miguel e que interpretaram várias […]

É Carnaval!

É Carnaval! As origens do Carnaval remontam à Grécia Antiga e aos seus festivais, que celebravam o regresso da primavera e a fertilidade da Terra. Eram os festivais mais importantes do ano, celebrados em toda a Grécia.​ Mais tarde, os Romanos seguiram a tradição grega e dedicaram as festividades a Baco, Deus do Vinho, da Fertilidade e da Folia. Tornou-se igualmente, a festividade mais popular […]

Janeiro, mês da Paz

TeleAula A Paz faz-se de diálogo e nada melhor que começar o nosso ano a comunicar algo que desejamos a alguém importante. Os nossos colegas e  amigos do Clube Tecnológico do Agrupamento de Escolas da Bobadela prepararam, fizeram a proposta e ajudaram-nos a realizar um postal com a técnica pop-up, num encontro online.     […]

Pontes para partilhar de tudo um pouco

Será que a poesia se ensina? E a poesia de Fernando Pessoa? De que modo pode ser a poesia de Pessoa cativante para um aluno do 12.º ano? Às voltas com o currículo de 12.º ano da disciplina de Português, surgiu este paralelo entre a dicotomia sentir e pensar presente na temática poética de Pessoa […]

Paz é partilhar com os outros

Circuitos são um desafio A Sandra e a Silvia do Pavilhão do Conhecimento falaram-nos da importância dos circuitos elétricos no nosso quotidiano. Utilizando elementos diversificados, descobrimos que tipos de circuitos existem (simples, em série e em paralelo) e como se constroem e, assim, ficámos a perceber porque é que as lâmpadas podem ou não acender.  […]

No Natal, sonhamos a Paz no Mundo

O Natal chegou em força ao HDE! Com o Natal, chegou o espírito de cooperação e partilha, resultando numa árvore conjunta decorada com enfeites de crochet, elaborados por toda a comunidade hospitalar, incluindo mães e avós de utentes e de profissionais. Até elementos externos de Lares e Centros de Dia quiseram participar e, a pedido […]

A Paz é feita de memórias felizes

Novembro foi o mês de criar memórias felizes com a festa do Halloween, estabelecer pontes de amizade com o Museu da Fundação Gulbenkian, despertar o interesse pela ciência no Dia Mundial da Ciência, dar azo à nossa criatividade com Museu da Marioneta e preparar a Paz que invade as nossas casas e as nossas vidas […]

Ingredientes para a paz

Paz é controlar as tuas emoções Escolhemos ingredientes para o bolo da Alegria, arranjámos soluções para quando sentirmos Raiva, fizemos magia para que o Medo fique cada vez mais pequeno e deixámos sugestões para lidar com a Tristeza. Mecanismos simples da física Desta vez, a Sandra e a Filipa do Pavilhão do Conhecimento puseram à […]

Pontes para o conhecimento

Demos as boas-vindas ao novo ano letivo a falar sobre diversidade, respeito e caras, sim, caras, porque não há um único rosto igual nos 8 mil milhões ou mais de população mundial que existe sobre o Planeta Terra. Depois de observarmos quadros famosos com retratos e autorretratos e de ouvirmos curiosidades sobre as especificidades físicas […]