No poupar é que está o ganho

Desenho inspirado no cartoon de Luc Vernimmen

A primavera está quase à porta e a vontade de limpar e arrumar a casa chega com esta estação do ano
Se reduzir a quantidade de produtos que traz para a sua casa, não só corta nas despesas do supermercado como também irá manter quer a sua boa saúde quer a da sua família.

Segue uma lista de hábitos comuns que poderão ajudar a substituir alguns produtos de limpeza domésticos tóxicos. Se adicionar umas gotas de óleos essenciais como, por exemplo, alfazema, rosa ou laranja doce acrescentará um cheiro agradável à sua casa.

Sumo de limão

Na casa: serve para limpar vidros e espelhos; clarear e desinfetar loiças sanitárias e tábuas de cozinha.
Cuidados de beleza: é ótimo para remover manchas de sol na pele, dar brilho ao cabelo, reduzir rugas e diminuir poros.
Fins medicinais: serve para desintoxicar, ajudar na digestão, amaciar a garganta e fortalecer o sistema imunitário.

Óleo de coco

Na casa: serve para dar lustro à madeira e remover sujidade da zona de duche.
Cuidados de beleza: é muito bom para fortalecer o cabelo, pode ser utilizado como brilho para os lábios, como desodorizante e para prevenir rugas.
Fins medicinais: melhora o funcionamento da tiróide e diminui as enxaquecas.

Vinagre de sidra

Na casa: serve como repelente de moscas e outros insetos, para limpar o micro-ondas e eliminar cheiros desagradáveis da zona da lavagem de roupa, etc..
Cuidados de beleza: é ótimo para aliviar queimaduras solares, para lavar e dar brilho ao cabelo, tratar o acne e como aftershave (loção após fazer a barba).
Fins medicinais: em pequenas quantidades e misturado com água serve para desintoxicar o organismo, para controlar a tensão arterial, curar infeções fúngicas e prevenir constipações.

Bicarbonato de sódio

Na casa: serve para limpar as loiças sanitárias e desentupir canos, limpar o fogão e o grelhador. Adicionar um pouco nas omeletes torna-as mais fofas.
Cuidados de beleza: é ótimo como desodorizante e pasta de dentes.
Fins medicinais: serve para aliviar assaduras de bebés e tratar a azia.

Seguem algumas dicas para o ajudar a poupar dinheiro, tempo e a preservar o meio ambiente.

  • Rasgue toalhas de banho velhas e reutilize-as para limpar a sua casa em vez de papel de cozinha que é caro e contribui para o aumento das lixeiras. 
  • Quando for fazer compras, deixe a sua lista em casa. Em vez disso, encha o seu carrinho de compras com produtos sazonais orgânicos da região onde habita.
  • Abasteça-se de alimentos básicos quando eles estão à venda. Algumas ideias: procure frascos de molhos, de esparguete ou outra massa orgânicos, condimentos, e legumes orgânicos congelados ou frutas.
  • Compre alimentos avulso / a granel como quinoa, granola, feijão, nozes, sementes, etc..
  • Cozinhe grandes quantidades de grão e feijão e divida em pequenas porções para congelar que servirão para futuras refeições.
  • Prepare os vegetais aos domingos. Pode lavá-los, cortá-los, branqueá-los e cozê-los a vapor.
  • Invista numa misturadora / trituradora de alta qualidade que lhe permita confecionar as suas próprias manteigas, leite de amêndoa, sopas, iogurtes, molhos.
  • Limite a quantidade de produtos de beleza que utiliza diariamente.
Utilize produtos mais saudáveis para si e para o Planeta Terra

Tenha saúde, seja feliz e preserve a casa onde habita: a Terra.

Texto traduzido e adaptado do site BodyMindGreen por António Fonseca
Desenhos elaborados por Bruna Pitau

3 comentários em “No poupar é que está o ganho”

  1. Realmente é muito interessante. Algumas já conhecia, mas outras não. E é muito importante fazermos tudo o que for possível para preservar a nossa CASA. É a única forma de a mantermos.
    Parabéns à Bruna, pois os desenhos estão muito bem.

  2. Uma pessoa que convive regularmente com a minha família deixou escapar, como numa confidência, que a ajudámos a poupar muito dinheiro no final do mês. Porquê? Porque ela não sabia, até me ver fazer isso repetidamente, que a comida cozinhada podia ser congelada novamente. Portanto, já não sou só eu que estou a dever favores aos meus professores de biologia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *