Um mundo de mil cores

À semelhança dos eucaliptos arco-íris, que já foram motivo de publicação este ano letivo, existem outros fenómenos naturais que nos oferecem paisagens lindas de mil cores.
Caño Cristales é um rio que se localiza na América do Sul, na Colômbia. Nasce no Parque Nacional da Serra da Macarena que se situa no centro do país.
Este rio apresenta várias cores ao longo do seu percurso e, por isso, as pessoas dão-lhe vários nomes, como por exemplo, “O rio das cinco cores”, “O rio que fugiu do paraíso”, “O arco-íris que se derreteu” ou “O rio mais bonito do mundo”.
As suas cores devem-se às algas que se desenvolvem e se reproduzem no fundo do leito e que nos dão a sensação de estarmos diante de um rio de cinco cores: vermelho, amarelo, verde, azul e negro.
Durante o mês de julho, quando termina a estação das chuvas, o nível da água deste rio desce, criando-se as condições ideais para que floresça a Macarenia Clavigera, uma alga cujas folhas apresentam uma enorme variedade de cores, que ondeia debaixo de água. 
A sua floração atinge o máximo esplendor entre os meses de setembro e de novembro.
As cores do rio Caño Cristales

O trabalho que se segue foi elaborado pelo Gelson Patrick, um jovem adulto que frequenta a nossa escola de hospital. 
Podemos encontrar as montanhas coloridas no Parque Geológico Zhangye, Danxia, na província de Gansu, no norte da China.

Este fenómeno é explicado como tendo origem no movimento das placas litosféricas (que se movem devido ao calor do interior da Terra) que juntamente com fatores externos, como vento e chuva, foram criando camadas de diferentes cores, texturas, tamanhos e padrões.

Estas montanhas são formadas por arenitos e outros depósitos minerais que se foram acumulando por mais de 24 milhões de anos.

O arenito é uma rocha sedimentar que se forma à superfície da crusta terrestre composta normalmente por quartzo, mas pode ter quantidades de outros minerais e impurezas. É a presença e tipo de impurezas que determina a coloração dos arenitos, por exemplo, grandes quantidades de óxidos de ferro, fazem esta rocha vermelha.
Adorava ver estas montanhas coloridas! Será que é real? Ou as fotografias foram manipuladas em computador? Que existem as montanhas coloridas, existem, pois é explicado o fenómeno através da composição das rochas que as formam com o efeito do sol, da luz e dos fatores externos como o vento e a chuva. A minha dúvida é se as cores são assim tão intensas.
Um dia irei visitá-las!
As montanhas coloridas na China e os turistas que as visitam

A propósito deste tema colorido, resolvemos ir à procura de cores e do resultado da sua conjugação. Misturámos de forma livre e libertadora as cores de que gostamos e surgiu este quadro.

Serão montanhas? Flores? Pássaros? Será o que vocês quiserem, porque a imaginação não tem limites. Para nós, foi a alegria de um momento de pausa de algumas tarefas nem sempre muito agradáveis.
A nossa paleta de cores
Pintou-se até com os dedos!
As primeiras pinceladas
Mistura de cores
O quadro feito pela Cristiana, acrílico sobre tela

Palavras sobre este trabalho:

Misturei algumas cores para ver se dava algo fantástico e deu.Cores diferentes, bonitas que utilizei na tela com um pincel e com os dedos.Gostei muito, porque foi agradável e relaxante imaginar um mundo diferente dos outros e achar que posso ser pintora.Vejo no meu quadro várias montanhas de diferentes espécies e flores. Achei que podia dar várias pinceladas e algumas parecem flores. Gostei de imaginar que vivia num mundo diferente onde as montanhas e as flores eram de várias espécies e de diferentes tipos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *