Uma mala cheia de viagens

Uma viagem ao mundo dos Oceanos

O Francisco trouxe-nos o mar até ao hospital. Falámos do seu trabalho como oceanógrafo, de ondas e da sua formação. Respondeu às nossas dúvidas e conversámos sobre outras curiosidades. Ficámos, por exemplo, a saber que na Nazaré não é um canhão que forma as ondas gigantes!

Uma viagem pelo Ar

A nossa sessão de videoconferência com a Sandra do Pavilhão do Conhecimento foi espetacular!
A Ciência viajou pelo ar. Explorámos conceitos como a pressão, compressão, volume, tensão, força e elasticidade em experiências tais como: “Consegues encher o balão?”, “O canhão de ar”, “O colchão de balões”, “A espetada de balão”, “O balão que não rebenta” e muito mais!


Uma viagem com as Plantas

Com a Escola do IPO viajámos com as plantas numa TeleAula. Descobrimos de onde são originárias e para onde viajaram graças aos Descobrimentos. Foi interessante e divertido relembrar algumas características das plantas.

Uma viagem ao mundo das Formigas

A Sandra e a Constança do Pavilhão do Conhecimento levaram-nos numa viagem ao mundo das formigas.
Percebemos como é difícil representá-las, apesar de todos nós já termos visto muitas. Desta vez, com a ajuda de lupas, pudemos observar de perto as partes do seu corpo e como se organizam em sociedade: a princesa que, enquanto não perder as asas no voo nupcial, não passa a rainha, o irmão macho e todo o exército.


Uma viagem na Robótica

O professor Paulo Torcato continua a trazer-nos O Robot Ajuda! Temos construído robots e feito programação com Scratch e com o mBlock. São sempre umas sessões muito animadas!


Mala de memórias – magusto, drama radiofónico e sementeira

Viajar em conjunto é mais agradável, quase todos o diriam. Aprender também.
As três atividades que descrevemos foram buscar sustento na riqueza que a interação entre os participantes criou. Bonito de ver, de viver, de provar, de ouvir, de cheirar, de mexer…

Magusto

Uma aluna deu o mote:
– Professora, não vamos ter magusto como no ano passado?
– Claro! – responderam as professoras.

Assim se preparou o repasto, com toalha outonal, numa mesa em que o marmelo roubou destaque às castanhas, e as variedades de marmelada fizeram os presentes picar o palito várias vezes. Para esta ocasião convidámos os colegas mais pequenos, do 1º CEB e do JI. Houve música e alguma dança – a diva Carmen Miranda teve destaque.

***

Drama radiofónico

A aluna M. Ventura trabalhava no seu manual de Português e perante uma proposta de trabalho oral dirigida à turma, rapidamente mobilizou os dois colegas presentes para todas as funções. O assunto, do interesse da maioria (de crianças, de jovens e de adultos), era introduzido por um artigo de opinião, e podia levantar polémica: “Televisor no Quarto”.
Cada um dos três alunos encarnou a sua personagem (filha, pai e mãe) e entregou-se o melhor que pôde à argumentação (filha pró e pais contra), sem exceder 5 minutos e sem perder de vista os três aspetos em avaliação – usar dois argumentos, ser convincente e usar linguagem adequada à situação.
Foi bem além do encomendado…
A propósito deste assunto, recomendamos a seguinte leitura.

***

Sementeira

Ainda temos sementes daquelas que os amigos do CMRA nos enviaram.
Ora, lançámos mãos à terra e…

 

Momentos para guardar na mala!

Em viagem pelo nosso Mundo

Em viagem pelas datas importantes, comemorámos o Dia Mundial da Alimentação com uma semana animada e saudável. Recebemos a visita da turma A, do 5º ano, e da sua professora de Ciências Naturais, Teresa do Carmo, da Escola Básica de Alcabideche, para trocarmos ideias importantes sobre alimentação saudável. Houve jogos, ofertas, convívio e até a Operação Nariz Vermelho nos visitou e ofereceu um momento hilariante!
alunos sentados e duas professoras vestidos com aventais que representam frutos. Dois palhaços da Operação Nariz Vermelho

Alunos sentados com uns aventais que representam frutos, legumes e um ovo estrelado

Alunos sentados apontam com as mãos para participar numa atividade

Alunos sentados com aventais que representam vários tipos de alimentos

Uma aluna da escola de Alcabideche e um aluno de Alcoitão convivem

Professores e alunos convivem e participam numa atividade

Marcador a ser oferecido por um aluno a outro

Marcador a ser oferecido a um aluno

As mãos de um aluno a segurar as fichas da atividade dos provérbios

Fichas da atividade dos provérbios colocadas na mesa

Duas rodas de alimentos realizadas pelos alunos de Alcoitão com cereais, massa e desenhos

Mão de um aluno a completar um provérbio

Três marcadores elaborados pelos alunos de Alcoitão

Uma aluna de Alcoitão a elaborar a sua roda dos alimentos

O grupo completo na hora da despedida
O Halloween não podia ser esquecido. Por isso, fizemos umas tarefas assustadoras para enfeitar o nosso jornal de parede que mete medo ao susto!
Pormenor das mãos de uma aluna de Alcoitão a elaborar trabalhos de corte e colagem para o Halloween

Aranhas pretas feitas em cartolina
Marcadores monstros para livros coloridos
Um marcador monstro colocado no canto de um livro

Pormenor do jornal de parede do Alcoitão
Pormenor do jornal de parede do Alcoitão: aranha pendurada com olhos

Pormenor do jornal de parede do Alcoitão: teia com aranha de grandes dimensões

No âmbito da atividade O museu vai ao hospital, recebemos este mês uma equipa do Farol Museu de Santa Marta (FMSM), as técnicas Inês Fialho Brandão (coordenadora do FMSM) e Manuela Pereira, que, nesta primeira sessão, nos falaram do território onde este farol está situado, da sua importância e das suas características. Através do Google Earth, visitámos faróis das terras onde nascemos, nomeadamente, Guiné Bissau, Cabo Verde, Aveiro, Cabo Espichel, Leça da Palmeira, entre outros.

Foi uma tarde diferente de descoberta e de viagens virtuais por todo o mundo.
Dra Inês mostra a réplica do farol de Santa Marta

Um aluno mais velho e uma criança da creche observam a réplica do farol de Santa Marta

A mão de um aluno a tocar na réplica do farol de Santa Marta

A mão de um aluno a tocar na réplica do farol de Santa Marta

Dra. Inês fala com um aluno

Alunos escutam com atenção a Dra. Inês

Alunos escutam com atenção a Dra. Inês

Alunos, pais e professora observam as imagens no quadro interativo

Primeiro plano das placas com os vários tipos de barcos e peixes

Dra. Inês mostra a réplica de louça dovfarol de Santa Marta

A D. Manuela mostra no quadro interativo a torre de uma igreja que serve de farol

Dra. Inês interage com um aluno fazendo o movimento com a mão do piscar da luz de um farol

O site Vesselfinder no quadro interativo

O site Vesselfinder
Palavras dos alunos:

Gostei muito do site vesselfinder.com e de descobrir os barcos que se encontravam a viajar pelo mar Atlântico, nas costas portuguesas! Gostei de saber as características dos faróis! Carlos
Gostei de ir a Tróia! Tiago
Gostei de tudo, principalmente de ver os barcos no mar e ver a casa do André no Google Earth. Fábio
Gostei de ver o farol do Cabo Espichel. Já tinha saudades! Desconhecia o site vesselfinder e achei muito interessante. André
Gostei de mexer no Farol de Santa Marta! (Farol modelo em cerâmica) Fatu
A Inês é divertida e muito carismática. Ela tem uma forma diferente de abordar os conteúdos. André
A Inês é bonita e mostrou coisas para poder viajar. Fatu
É gira, simpática e fala bem inglês. Fábio

Como trabalho de casa, pesquisámos o nome do farol mais antigo em funcionamento contínuo na Península Ibérica e descobrimos que está situado na Corunha, no nordeste de Espanha, Galiza: o Torre de Hércules. O farol mais antigo em funcionamento contínuo, em Portugal, é o farol de Aveiro.
No dia a seguir a esta atividade, através do Google Earth, o André fez um passeio à Lisboa d’Os Maias, na sequência da leitura e análise do romance homónimo de Eça de Queirós.  

As atividades de outubro!

A primeira TeleAula do ano

No dia 19 de outubro tivemos a primeira TeleAula do ano!
Com os alunos do Hospital de Santa Maria, iniciámos a nossa viagem… construímos uma mala e discutimos sobre o que era preciso levar numa mala de viagem.
Uma TeleAula divertida!!!

Halloween

Como é costume, o Halloween é muito bem celebrado no Serviço de Pediatria do IPOLFG.
Muitos doces e travessuras!!!

Projeto Mitologia

Este mês, reiniciámos o projeto Mitologia da Faculdade de Letras de Lisboa.
A Guerra de Tróia foi o primeiro tema deste ano letivo.
A guerra de Tróia foi um conflito entre os povos gregos que habitavam a Grécia Antiga e os Troianos. Gregos e Troianos entraram em guerra por causa da bela princesa Helena de Tróia.
Esta guerra durou cerca de 10 anos e só terminou com uma ideia brilhante de Ulisses: a oferta de um cavalo… 

Viagens ao mundo dos robots, da água e das aves

Na nossa primeira TeleAula com a escola do IPO construímos uma mala de viagem a partir da reutilização de alguns materiais. Identificámo-la colocando uma etiqueta e fizemos uma lista de palavras com coisas que não podem faltar na mala quando queremos viajar.


A equipa d’O Robot Ajuda!, liderada pelo professor Paulo Torcato, continua a visitar-nos semanalmente. Os nossos meninos contaram uma história com o Scratch, ensinámos as cores ao sapo e construímos um robot durante a Code Week 2016.

Tivemos a nossa primeira videoconferência com o Pavilhão do Conhecimento. A nossa viagem foi ao mundo da água. Falámos de Tensão Superficial, Substâncias Hidrofílicas e Hidrofóbicas, Densidades e de muitas outras propriedades.

Numa outra sessão do Ciência faz bem à saúde viajámos ao maravilhoso mundo das aves. Ficámos a conhecer mais sobre as penas, as suas funções e já sabemos identificar as que pertencem às asas, à cauda e ao resto do corpo. Distribuímos no mapa de Portugal continental algumas das espécies características.
Também fizemos biscoitos para oferecer às aves que vivem aqui perto do hospital.


No dia seguinte fomos ao jardim do hospital entregar os biscoitos que fizemos. Pendurámo-los em vários locais e esperamos que as aves gostem desta refeição!