Viver o património com os oceanos, robots, azulejos e muito mais

Na escola do HSM recebemos a visita do nosso amigo oceanógrafo Francisco Silva que nos trouxe o mar ao nosso hospital. Falámos de mares, marés, correntes, ondas e ficámos a perceber melhor o fenómeno das ondas gigantes da Nazaré.

Oceanógrafo Francisco Silva fala aos alunos

Oceanógrafo Francisco Silva mostra imagem do relevo marinho aos alunos

Tivemos mais uma tarde bem passada na companhia do professor Paulo Torcato que nos trouxe os Mbots: programámo-los para andar, desviar de obstáculos, desenhar um quadrado e o número dois. Não foi fácil mas um desafio é sempre benvindo!

Professor Paulo Torcato fala sobre Mbots Mbots em funcionamento

Também tivemos a visita do Museu do Azulejo e percebemos um pouco do trabalho que está por trás dos painéis de azulejos do nosso património. Cada um de nós pintou um que entretanto ainda foi para o museu para cozer a 1000º num forno mágico. Foi uma tarde diferente e espetacular!

Pintura de azulejos com professoras, alunos e educadoras Pintura de azulejos com professoras, alunos e educadoras Pintura de azulejos com professoras, alunos e educadoras Azulejos pintados pelos alunos

Com a Sandra do Pavilhão do Conhecimento fizemos uma videoconferência em que, além de outras experiências, explorámos várias propriedades da água. Mas a estrela da tarde foi a película de sabão!!!!

Videoconferência com a Sandra do Pavilhão do Conhecimento e dispositivo para fazer películas de sabão Dispositivo para fazer películas de sabão Exploração de dispositivo para fazer películas de sabão Exploração de dispositivo para fazer películas de sabão

Numa sessão presencial, trouxe-nos um grande desafio com LED e circuitos e fizemos postais pop-up bastante iluminados!

Sandra do Pavilhão do Conhecimento mostra a construção de postais com LED Criação de um postal com sapo, moscas e LED Postal com um morcego e um LED Postal com um sapo e uma mosca com LED aceso

Como o ano letivo está quase a terminar, deixamos uma quadra para vos animar.

Cartão com circuito integrado em forma de manjerico e a quadra: Do Pavilhão do Conhecimento/Vem a Sandra nos ensinar/E para acabar este ano/Com os LEDs vamos celebrar

Património Sempre Presente…

Nova visita aos Namban-Jin – Museu Nacional de Arte Antiga (MNAA)

Através de um exercício de observação pormenorizado dos famosos Biombos Namban, dos pintores  Kamo Naizen e Kano Domi, e com a ajuda da Rita Gonçalves do MNAA, revisitámos a chegada das naus portuguesas a esse país longínquo que é o Japão, ao porto de Nagasáqui, no séc XVI. Nesta viagem levámos novos viajantes a descobrir quem eram e como se vestiam os vários intervenientes desta aventura, como eram as naus,  qual a sua valiosa carga, entre outras curiosidades. Aproveitámos  o balanço e espreitámos um pouco mais da cultura japonesa dos nossos dias.

Aqui deixamos registado algum do  vocabulário resultante desta sessão para conhecimento de todos:

Namban-Jin = Bárbaros que vêm do sul

Bombachas = Calças curtas e largas

Kurafuné = Barco Negro

Samurai = Guerreiro japonês

Karpa = Peixe da Boa Sorte

Momidje = Árvores que dão flor de cor amarela e vermelha típicas do Japão

Sushi = Um prato da culinária japonesa que possui origem numa antiga técnica de conservação da carne e de peixe em arroz avinagrado

HelloKitti = Desenho animado criado no Japão

Mangá ou manga = Banda desenhada no estilo japonês (várias mangas dão origem a animes)

E ainda palavras japonesas que fazem parte do português:

Biombo = Byobu
Quimono = Kimono = Veste típica do Japão
Judo = Judo
Caratê – Karate

Mais uma vez agradecemos à Rita ter-nos proporcionado uma manhã tão interessante e curiosa  através das histórias dos Namban-Jin!

Clube de Educação Tecnológica da EBI da Bobadela já é nosso património

Como já é da tradição no 3º período, desta vez o encontro TeleAula foi ao vivo…

Partindo da história da Fábrica de Porcelana de Sacavém, os nossos alunos montaram painéis representativos dos famosos padrões usados nas pinturas das porcelanas, utilizando para isso as sete peças do Tangram.  Para o sucesso desta atividade,  contámos com a preciosa ajuda do grupo de alunos e professores do Clube de Educação Tecnológica da Escola Básica Integrada da Bobadela (C.E.T.), que previamente prepararam todo o material necessário e dinamizaram a sessão.

Sucederam-se ainda mais atividades, que passaram pela composição do tangram com imagens alusivas às louças de Sacavém e a resolução  de desafios matemáticos e figuras usando as sete peças do tangram.

Foi uma TeleAula ao vivo Muito Dinâmica e Divertida!

MUITOS PARABÉNS  a todos os elementos do  C.E.T. que tanto contribuíram  para que tal fosse possível!

Dia Mundial da Criança

O  final de ano letivo não seria o mesmo se não se comemorasse este dia.

O núcleo pedagógico do Hospital de Dona Estefânia sugeriu atividades para esta comemoração, por solicitação do Conselho de Administração do Centro Hospitalar de Lisboa Central. O Serviço de Apoio Escolar ao 2º/3º ciclos e secundário propôs cinema. Esta atividade iria complementar as outras atividades do programa. Desenvolvemos duas sessões, a primeira como aperitivo, logo no dia 30 de maio, e a segunda sessão no próprio dia 1 de junho. O filme foi votado e escolhido pelos espetadores.

Pois é, ele foi  cineminha, um jogo de tabuleiro dinamizado pelo núcleo educacional do Museu da Cidade de Lisboa, pinturas faciais e teatro trazidas  pelos alunos do 1º e 2º anos do Curso de Apoio à Família e Comunidade da Casa Pia de Lisboa. A brincar e de forma bem divertida este grupo conseguiu apelar à reciclagem do lixo, contribuindo para a consciencialização de que, através de pequenos gestos como esse,  todos somos responsáveis por mantermos/conservarmos e lutarmos por um PLANETA MELHOR e MAIS LIMPO.