A minha escola é meu património

A minha escola é meu património e eu contribuo para o património da minha escola.

Os últimos dias deste ano letivo deram evidência deste facto. Tivemos oportunidade de acompanhar três alunos às suas escolas de origem e constatar como esta reciprocidade se operacionaliza. Foram momentos de partilha e de convívio que deixam na memória uma marca de pertença,  pertença a um tempo e a um espaço no qual  todos fomos agentes e do qual todos recebemos e deixámos algo de herança, herança que se reflete no nosso futuro individual e comunitário.

Escola Básica Integrada Patrício Prazeres

Fomos ver o arraial popular de encerramento do ano letivo. Houve espetáculo com convidados – alunos da Escola Profissional de Artes e Ofícios do Espetáculo do Chapitô –  e com a prata da casa – alunos, animadores e professores.  Ouvimos músicas tradicionais portuguesas e vimos malabarismo, danças e muitas bifanas.

Neste ano letivo, esta foi a segunda visita da nossa aluna à sua escola. Cada oportunidade é acolhida com entusiasmo e é com muita alegria que a vemos circular pelo espaço escolar e receber os cumprimentos dos colegas e dos funcionários. As memórias vitais de mais este convívio apenas perderão protagonismo quando forem suplantadas pelas do próximo encontro.

Até lá!

Escola Básica do 2º/3º Ciclo Manuel da Maia

Assistimos à peça que o grupo de alunos do clube de teatro, com o apoio e orientação dos seus professores, escreveu e interpretou. Nela foram apresentados vários quadros temáticos representativos de situações de vida com grande impacto social e nos indivíduos – violência doméstica, bullying, orientação sexual e BFFs (Best Friends Forever).

Ao longo dos meses anteriores fomos acompanhando o trabalho de escrita de excertos do texto, fomos ouvindo as leituras do nosso aluno e até dando algumas deixas, durante o tempo de tratamento de hemodiálise. O entusiasmo e nervosismo eram enormes, sobretudo porque a data de estreia de aproximava e a alta não era certa. Por tudo isto, não resistimos ao convite para estar entre o público e apreciar o trabalho e dedicação à arte destes jovens e seus professores.

Parabéns a todos, e especialmente ao nosso protagonista!

Escola Secundária D. João V

Fomos convidados a assistir à apresentação dos Temas de Vida, projeto final de curso dos alunos de Ensino Formação de Adultos (EFA) com as valências B2 e B3, que permitiu aos alunos a conclusão do Ensino Básico.

Os formandos davam início à sua apresentação pessoal em Inglês, dedicando depois, já em Língua Portuguesa, atenção às suas origens, ao seu percurso de vida e ao papel da escola na sua valorização pessoal. Uns movidos por sonhos de glória futebolísticos, outros fugindo de um dia-a-dia difícil, outros procurando saúde para si ou para um filho, quase todos deslocados do seu país (Cabo Verde, Guiné-Bissau ou São Tomé e Príncipe), estes formandos terão dado o passo que faltava para poderem aceder à próxima etapa – o ensino secundário.

O aluno que conhecemos há cerca de 8 anos, tem agora 24 e enche-nos de alegria, de esperança e de confiança! Agradecemos-lhe pelo exemplo lindo e  tão valioso de resiliência contra as adversidades da doença e de coragem pela perseverança do estudo, dignificando no fim todos os que consigo colaboraram e a escola como instituição que sempre pode e deve proporcionar a oportunidade de crescimento e sucesso que a cada um for adequado.

Boa sorte!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *