Aprender a arte de comunicar

A Eugénia Alves e a Rita Jorge, do Museu do Mar Rei Dom Carlos, Bairro dos Museus de Cascais, visitaram-nos e presentearam-nos com uma bela tarde repleta de conhecimentos acerca de baleias, tubarões e alguns animais bizarros como o tubarão demónio.
Depois de sabermos os seus segredos e tocarmos nas barbas da baleia e na pele do tubarão, participámos num divertido ateliê no qual construímos um animal bizarro constituído por três partes: cabeça, tronco e barbatana caudal. Bom, o resultado ficou à vista no nosso jornal de parede!

Uma aluna toca com a sua mão num exemplar de barbas de tubarão.

A mediadora cultural mostra aos alunos um espécime de tubarão conservado num frasco em clorofórmio.

A mediadora cultural mostra aos alunos dois exemplares da pele de tubarão.

Uma aluna faz colagens em cartões para construir o seu peixe bizarro.

Em cima de uma mesa, encontram-se vários peixes bizarros construídos pelos alunos.

Uma aluna cola pedaços de papel sobre três cartolinas que se encontram unidas com ataches e formam o seu peixe bizarro.

O painel exterior, o nosso jornal de parede, que representa o mar repleto de peixes bizarros.

Continuámos a falar sobre os Oceanos e a sua importância, desta feita para elaborar, durante as aulas, um livro pessoal no qual guardámos as nossas memórias, alguns sentimentos e origamis.

Nem sabíamos que conseguíamos escrever poemas! Afinal foi fácil!

O mar é azul
E sabe a bolas de Berlim.
Cheira bem
Como as flores.

Ouve-se o som
Das ondas do mar
A tocar nos meus pés.

A água do mar
É fria,
Mas eu gosto dela.

Três livros de autor elaborados segundo a técnica de leporelo,

É o mar da Guiné
É o mar de Catchelem
Tem o azul do céu
E tem o azul do mar

Mar do meu coração
Sabe como o azul do sal
Lembras-me os meus irmãos

A água do mar
É quente e deliciosa
É tão bom estar lá com os amigos!

Um livro de autor aberto com colagens de imagens de peixes, prais, algas e origamis de peixe.

Um livro de autor aberto com colagens de imagens de peixes, prais, algas e origamis de baleias.

O mar é azul
Como o céu.
Sabe ao sal
Das minhas lágrimas.

Ouve-se o vento
A fazer barulho
Quando há tempestade
No mar.

Lembro-me do mar
Da minha terra,
Calmo quente e brilhante.
Que saudades eu tenho dele!

Um livro de autor aberto com colagens de imagens de peixes, prais, algas e origamis de peixe.

Recebemos a visita de um ex-aluno da nossa escola de hospital, Va Nancassa, para uma conversa agradável acerca do seu percurso de vida desde a vinda da Guiné-Bissau para Portugal até aos dias de hoje.
Foi interessante ouvi-lo falar dos seus momentos mais difíceis e de como conseguiu superá-los, assim como dos momentos em que a sorte e a força de vontade fizeram dele o homem que hoje é.
A sua vida profissional é surpreendente e inspiradora e adorámos ver os trabalhos que realiza no âmbito do design gráfico.
Valeu o aplauso de todos os participantes neste encontro e a frase de um dos alunos mais novos: “O Va é uma pessoa cheia de força!”.

Uma selfie com o aluno Va em primeiro plano, a professora Sónia e mais dois alunos ao fundo.

Uma semana depois, o Va voltou à nossa escola para nos dar uma lição sobre Paint.
Apresentou as funcionalidades das várias ferramentas deste programa: o lápis, a borracha, a lupa, o balde e as formas… Depois, foi pôr mãos à obra e desenhar os nossos próprios “quadros”.

Os alunos encontram-se a trabalhar diante do seu computador e o Va observa e dá instruções.

Desenho elaborado no Paint representando uma menina com formas geométricas.

 

Desenho elaborado no Paint representando uma casa rodeada por estrelas e uma árvore.

 

Um aluno muito concentrado desenha, através do Paint, uma casa com árvores sobre um fundo azul escuro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *