Património das Mitologias Clássicas

Durante este período, exploramos o património das mitologias clássicas!

Navegamos pelas aventuras de Jasão e os Argonautas e descobrimos diversos mitos em que pessoas são transformadas em animais ou em plantas.

Jasão e os Argonautas

Jasão era filho do rei Éson e irmão de Éson. Éson usurpou o trono ao irmão e obrigou-o juntamente com a sua mãe a fugirem da cidade de Lolco.

Passados anos, Jasão voltou a Lolco e reivindicou o trono de seu pai. Pélias concordou, desde que Jasão fosse buscar o velo de ouro, que estava escondido numa árvore na Cólquida.

Jasão construiu então um navio, a que chamou Argos, e reuniu uma tripulação de 50 homens que partiram para a Cólquida. Entre os tripulantes estavam Peleu, pai de Aquiles, o médico Asclépio e o poeta Orfeu.

Durante a viagem, Jasão e os argonautas enfrentaram muitos perigos.

Para entrar no Mar Negro, precisavam de passar pelas simplégades, enormes pedras que se fechavam se um navio tentasse passar por elas. Para vencer esse obstáculo, Jasão soltou uma pomba, que passou rapidamente pelas simplégades. No momento em que as simplégades recuavam, o Argos conseguiu passar rapidamente.

Para chegar até o bosque onde estava a árvore com o velo de ouro, Jasão deveria matar um dragão e semear um campo com os dentes do dragão. Quando os dentes fossem semeados, de cada um deles sairia um soldado armado. Com a ajuda da bruxa Medeia, Jasão tornou-se invulnerável ao fogo do dragão. Matou-o e semeou os dentes. Quando os soldados surgiram da terra, Jasão escondeu-se e atirou uma pedra a um deles. Sem saberem de onde a pedra tinha saído, os soldados engalfinharam-se e mataram-se uns aos outros.

Cumprindo a promessa, Jasão casou-se com Medeia e apoderou-se do velo de ouro. Na viagem de volta, os argonautas precisaram de atravessar a região onde viviam as sereias, criaturas metade mulher e metade peixe que atraíam os marinheiros para a morte com o seu belo canto. No entanto, o canto de Orfeu era mais belo e, graças à arte do grande poeta, os argonautas conseguiram resistir às sereias e voltar a Tessália.

Metamorfoses

Nas diversas Mitologias Clássicas são diversos os mitos em que pessoas são transformadas em animais ou, mais frequentemente, em plantas. Apesar de uma tal mudança ser ainda impossível no mundo de hoje, o seu propósito literário é simples.

A criação destes mitos assenta na necessidade da humanidade em compreender e aceitar o mundo que a rodeia. Assim, a existência de diversos animais, bem como plantas e fenómenos terrenos, era justificada através desses mitos, possibilitando aos Antigos uma fácil compreensão de todas essas realidades.

Um dos mitos mais apreciado pelos nossos alunos foi o mito de Narciso e de Eco.  Narciso e Eco foram punidos pelos deuses. Narciso viria a ser transformado na flor a que hoje dá o nome. Eco teve uma estranha condenação: jamais teria a oportunidade de falar em primeiro lugar, mas teria sempre a última palavra.

Navegando por diversos mundos…

Academia de Código Júnior

Iniciámos uma parceria com a Academia de Código com a finalidade dos nossos alunos adquirirem competências no âmbito da linguagem criativa que se esconde por detrás das interfaces dos brinquedos tecnológicos.

Ao trabalhar com a Academia do Código, queremos ajudar os nossos alunos a  a aprender a programar e que, através das atividades de programação, estruturem as suas formas de pensar e aprendam a resolver novos problemas.

Apresentação da Academia do Código

Atividades de código no computador

Projeto Mitologia

Aproveitando o Dia dos Namorados, explorámos a temática da amizade partindo de diversas histórias da mitologia grega sobre os amores e os desamores dos deuses caprichosos!!!

Esta sessão teve um sabor especial, na medida em que foi partilhada com os alunos da escola do HSM, que estiveram presentes por videoconferência.

Alunos e professoras em videoconferência

Durante este mês, os nossos alunos, numa outra sessão, também exploraram as peripécias das viagens de Eneias.

Alunos explorando o mapa Imagens das viagens de Eneias

Carnaval

Este ano, o Serviço de Pediatria comemorou o Carnaval com muitas brincadeiras e piratarias!!

Professoras e educadoras mascaradas de piratas

As nossas mais recentes viagens!

VIAJANDO COM OS REIS MAGOS

Para comemorar o Dia de Reis, os nossos alunos construíram coroas e exploraram as tradições que existem em Portugal relacionadas com esta festividade.

Alunos criam coroas

Uma coroa já completa

VIAJANDO COM ULISSES!

Capa do livro Ulisses de Maria Alberta Menéres

No âmbito da parceria estabelecida com a Faculdade de Letras, os nossos alunos descobriram as aventuras de Ulisses, com a ajuda do livro de Maria Alberta Menéres.

Ulisses, conhecido pela sua valentia e inteligência, casado com Penépole e pai de Telémaco, era rei da ilha de Ítaca.

Um dia, apesar de contrariado, teve de embarcar para Tróia porque o Príncipe troiano Páris, ao raptar a rainha grega de nome Helena, provocou uma guerra entre os troianos e os gregos.

Esta guerra durou cerca de dez anos e Ulisses, que sentia muitas saudades do seu reino, teve uma brilhante ideia. Mandou construir um cavalo de madeira onde ele e alguns soldados se esconderam e, assim, conseguiram entrar dentro das muralhas de Tróia e resgatar a rainha Helena.

No regresso a casa, Ulisses deparou-se com muitas peripécias:  o confronto com um ciclope muito violento, a transformação dos marinheiros em porcos, o canto das sereias e o perigo em que se encontrava o seu reino.

Apesar de tantos contratempos, Ulisses conseguiu recuperar o seu reino e família.

Explorando o património!

À descoberta da nossa herança grega

Os gregos deixaram-nos muita história e muitas histórias… Os nossos alunos puderam descobrir  os caprichos e  as extraordinárias capacidades dos deuses e heróis gregos. Ao mesmo tempo, também aprenderam as fragilidades de todos, sem deixar passar o famoso calcanhar de Aquiles.

As peripécias da Guerra de Tróia encantaram os mais novos.

Alunos à volta da mesa com imagens dos deuses e heróis gregosActividade de colagem com deuses e heróis gregos Folha com imagens dos deuses e heróis gregos

Descobrindo os mistérios da calçada portuguesa

Os nossos alunos com os alunos do Hospital de Santa Maria, no âmbito do Projeto Teleaula, exploraram várias figuras planas: triângulos, quadrados, hexágonos, pentágonos,  retângulos… e descobriram os segredos da pavimentação, inclusive, a pavimentação da calçada portuguesa.

Uma teleaula muito divertida e interessante!!!

Alunos calceteiros realizam actividade com formas geométricas Foto com formas geométricas no computador Alunos calceteiros realizam actividade com formas geométricas Actividade com formas geométricas

Uma visita especial ao Museu do Azulejo

Existem muitas formas de se visitar um museu. Foi com muita alegria que os nossos alunos receberam a equipa do Serviço Educativo do Museu do Azulejo.

Nesta primeira visita, tivemos a oportunidade de explorar o barro com diferentes técnicas e cada criança pode construir um presépio para levar consigo.

Esta atividade aguçou-nos a curiosidade para as próximas visitas!!

Presépio de barro Presépio de barro Presépio de barro Presépio de barro Presépio de barro

E chegou a época natalícia!!!!

Presépio de feltro Boneco de gengibre Postal com árvore de Natal

Árvore de Natal 

Pormenor de árvore de Natal - estrela

Dia da Criança

Hoje é um dia especial: o Dia da Criança!!!!
O Dia da Criança nasceu após a segunda guerra mundial, com a finalidade de sensibilizar a comunidade internacional para os problemas que atingiam tantas crianças no mundo.
Muitos anos passados, e ainda que muito tenha sido feito, o caminho até uma sociedade mais equitativa, que atenda às necessidades de todas as crianças em todas as partes do mundo, ainda é longo.
Hoje, relembramos os direitos das crianças e a necessidade de uma postura ativa na busca de uma sociedade mais equilibrada.

Todas as crianças têm o direito à vida e à liberdade. 

Todas as crianças devem ser protegidas da violência doméstica. 

Todas as crianças são iguais e têm os mesmos direitos, independentemente da cor, raça, sexo, religião, origem social ou nacionalidade.

Todas as crianças devem ser protegidas pela família e pela sociedade.

Todas as crianças têm direito a uma nacionalidade. 

Todas as crianças têm direito a alimentação e ao atendimento médico. 

As crianças com necessidades especiais têm direito a educação e cuidados especiais. 

Todas as crianças têm direito ao amor e à compreensão dos pais e da sociedade.

Todas as crianças têm direito à educação. 

Todas as crianças têm direito de não ser violentadas verbalmente ou agredidas pela sociedade.

Todas as crianças têm direito a ser protegidas contra o consumo e tráfico de droga.

Para além deste resumo, convidamos à leitura integral da Convenção sobre os Direitos da Criança.

As primeiras explorações

A Escola do Serviço de Pediatria do IPOLFG iniciou o ano letivo 2014/2015 com uma atividade de expressão plástica. Os alunos fizeram marcadores de livros para usarem nos seus manuais escolares das diversas disciplinas.

 

 

Dia do Animal

Este ano trabalhámos o Dia do Animal. Através da Matemática, com  recurso ao tangram, os alunos construíram um animal. De seguida, no âmbito do Português, exploraram o livro O Alfabeto dos Bichos, de José Jorge Letria.

Depois, escreveram sobre os seus animais preferidos ou realizaram acrósticos, tarefa muito bem aceite pelos nossos alunos mais novos.

Um aluno muito especial fez um poema sobre o seu animal de estimação, a ovelha.
Simplesmente enternecedor…

Projeto Monarch

Aproveitamos este espaço para partilhar o nosso novo companheiro… o Gasparinho!
O Projeto Monarch avança a grandes passos e os nossos alunos estão expectantes em relação ao seu novo amigo. 
Mais tarde, daremos novidades!

Fim do Ano Escolar

O FINAL DO ANO CHEGOU!

No mês de junho, os  alunos da Escola do Serviço de Pediatria do IPOLFG realizaram as últimas tarefas escolares pedidas pelas suas escolas. 
Foi um ano escolar muito positivo!

Para despedida do Projeto TeleAula, participámos numa TeleAula com a EBI da Bobadela.

Os nossos alunos construíram um Trapezista Articulado. Os alunos do Clube de Educação Tecnológica prepararam as peças em faia e, assim, seguindo as indicações conseguimos construir um trapezista que dá belas cambalhotas. Mas não foi fácil….

No dia 9 de junho, no âmbito do projeto MISSÃO UP, um projeto educativo da GALP Energia, aprendemos sobre as energias renováveis e não renováveis. Foi uma sessão dinâmica a três dimensões. Uma emoção!

Para finalizar, comemorámos os Santos Populares, fazendo belas decorações e manjericos! Uma beleza…

25 de abril no IPOLFG

25 de abril

Na primeira semana de aulas, os alunos da Escola do Serviço de Pediatria do IPOLFG comemoraram o 25 de abril.
Numa pesquisa no Google, os alunos aprenderam como poderiam fazer o símbolo do 25 de abril.
Todos construíram o seu cravo.

Os mais crescidos visualizaram excertos do filme “Capitães de Abril”.
E preencheram o guião de exploração.
Um presente…
A Escola do Serviço de Pediatria do IPOLFG recebeu uma oferta da Microsoft, seis Tablets Surface RT para usufruto dos nossos alunos.

Um mês atarefado… mas divertido!

Neste mês, os alunos da Escola do Serviço de Pediatria do IPOLFG andaram muito atarefados! Para além dos trabalhos pedidos pelos professores, como fichas, testes e trabalhos escritos, os nossos alunos participaram em diversas atividades.

Assistiram à peça interativa de uma companhia de teatro que explorou a natureza! Todos adoraram e foi uma inspiração para alguns trabalhos escolares.

Recebemos alguns alunos da Casa Pia que vieram demonstrar os seus dotes musicais. Os nossos alunos tiveram a oportunidade de aprender a posição correta do corpo, pegar nos instrumentos e tocar umas notas. A partir desta atividade, uma das nossas alunas realizou um trabalho sobre os instrumentos de corda para o seu professor de Educação Musical.

No Dia do Pai, os nossos alunos, que estão muito familiarizados com as Tecnologias de Informação e Comunicação devido ao trabalho desenvolvido no âmbito do Projeto TeleAula, bem como às pesquisas realizadas na internet para os seus trabalhos e envio/receção de tarefas escolares por mail, decidiram, segundo eles, “voar aos tempos passados”!
Escreveram uma carta ao pai que seguiu por correio… mas não eletrónico. Os pais ficaram encantados e surpresos quando abriram a caixa do correio!

Agora estamos a realizar trabalhos para colorir a Páscoa. Ovos verdadeiros pintados, caixinhas e coelhinhos para encher de doces…
Alguns destes “mimos” serão enviados às professoras de Educação Visual.