Partilhar, preservar e descobrir

Para lembrar a lenda de S. Martinho, as educadoras e as professoras do Departamento de Pediatria do HSM fizeram a sua dramatização por todos os serviços e deixaram um pequeno desafio para não esquecerem esta lenda.


Com o Pavilhão do Conhecimento, tivemos uma aula sobre centro de massa. A Sandra proporcionou-nos várias experiências onde explorámos os centros de massa de vários objetos. No final levámos connosco tucanos equilibristas 🙂

A Sandra e a Rita, também do Pavilhão do Conhecimento, trouxeram-nos minhocas. Pudemos pegar nelas, observá-las em pormenor e aprendemos imensas curiosidades… Imaginem que podem ter até 15 corações e que, apesar de terem cabeça, não têm olhos mas têm células fotossensíveis por todo o corpo! Também aprendemos a distinguir minhocas de lagartas!

A escola do HSM fez a sua primeira TeleAula do presente ano letivo com a escola do IPO. Explorámos vários tipos de pavimentações: com polígonos e com figuras da natureza, tal como o Escher fez. Foi um grande desafio!
Falámos também de pavimentos nossos conhecidos, da calçada portuguesa e ficámos a conhecer a arte dos nossos mestres calceteiros 🙂

Ainda dinamizámos na sala polivalente uma nova atividade com alunos e os monitores José e Ana do CAF S. Vicente.
Fizemos um jogo de apresentação com balões. Escrevemos os nossos nomes, desenhámos um colega, registámos o nosso ídolo e o nosso prato favorito e ainda partilhámos os nossos medos. No final rebentámos os balões. Pum, pum, pum… foi uma festa!

Programação, experimentação e preservação!

Já recomeçámos as atividades do Robot Ajuda! O professor Paulo Torcato trouxe-nos uma novidade: um pequeno robot DOC que não para de interagir connosco. Temos que o programar para que ele possa responder aos vários desafios que nos são colocados.

 

 A partir do Pavilhão do Conhecimento, a Sandra deu-nos uma aula de densidades e tensão superficial. Foi uma aula bem divertida em que pusemos alguns sólidos e vários líquidos à prova. Graças às diferentes características da água e do óleo construímos ainda um lavalamp bem colorido.

A Sandra também nos visitou e levou-nos a fazer uma viagem pelo Oceano Global. Percebemos a pouca quantidade de água que temos disponível para beber, fizemos uma pescaria sustentável (mais do que a quantidade, o que importa é o tamanho!), limpámos uma praia e observámos na lupa um creme exfoliante onde encontrámos plásticos. Com as escolhas certas, todos podemos ajudar a preservar a água do nosso planeta!

Descobrir os minós… máquinas e mecanismos

Com recurso a materiais manipuláveis, descobrimos combinações possíveis para a formação de dominós, triminós, tetraminós e pentaminós.

Reproduzimos figuras com os pentaminós e com os blocos tridimensionais do tangraminó.

Não foi fácil, mas gostámos do desafio!

Também começámos as nossas sessões com o Pavilhão do Conhecimento e recebemos a visita da Evelina e da Sílvia. Descobrimos que existem máquinas e mecanismos de todas as espécies e feitios cuja função é tornar o trabalho mais fácil. Falámos das máquinas mais simples, como a alavanca, até mecanismos como as engrenagens e as cremalheiras.

Mas bom mesmo foi pôr as máquinas em ação!

20.º Encontro TeleAula

Mais uma vez, a comunidade TeleAula dos hospitais reuniu na  Escola EB 2,3 José Cardoso Pires com o objetivo de refletir e partilhar  as atividades desenvolvidas no ano que agora findou.

Falámos das pequenas e das grandes viagens, científicas e robóticas numa mala que não se esgotou de surpresas todas elas cheias de entusiasmo e aprendizagens. Também as dificuldades e os condicionalismos foram aqui ponderados de  forma a cooperarmos nesta tarefa desafiante que enfrentamos todos os dias.

     

Para o próximo ano letivo,  definimos  linhas orientadoras  com base no Ano Europeu do Património Cultural. Vamos celebrar a diversidade e a riqueza do nosso património num projeto comum a todas as escolas :”Viver o património”. Prometemos um ano com vivências fortes, passando pelos nossos monumentos e museus,  pelas nossas práticas tradicionais e formas de arte contemporâneas.

Foi um dia cheio de tudo o que nos move no dia a dia:  afetos, disponibilidade, interesse e uma vontade imensa de fazer mais e melhor. As expectativas foram superadas.